Tuberculose – uma doença perigosa!
Doenças Saúde

Tuberculose – uma doença perigosa!

setembro 28, 2017   •   por Karen Coelho

Tuberculose que é tuberculose

A tuberculose é uma das doenças graves que mais causa mortes no Brasil. Apesar de ser uma doença pouco falada, é um grande problema de saúde pública já que pode ser grave e levar a morte. Por isso, é importante saber algumas informações básicas para detectar seus sintomas, e principalmente para preveni-la. O que muitos não sabem é que uma boa parte das pessoas infectadas pela doença podem nunca desenvolvê-la.

Infelizmente, muitas vezes essa doença está ligada à pobreza e à má distribuição de renda no país. Isso porque as pessoas que vivem em situação de pobreza apresentam maior vulnerabilidade de adquirir a tuberculose devido às condições de saúde e de vida que possuem. Pessoas que sofrem de doenças que afetam o sistema imunológico também estão no grupo de risco.

O que é tuberculose?

A tuberculose é uma doença causada por uma bactéria que causa uma infecção, com mais frequência nos pulmões, porém também pode atingir os ossos, os rins e meninges (membranas que envolvem o cérebro). É uma doença contagiosa e muito perigosa, pois a maioria das pessoas infectadas com essa bactéria não apresentam sintomas.

Causas da tuberculose

A tuberculose é causada especificamente pela bactéria Bacilo de Koch (BK), também chamada de Mycobacterium tuberculosis. No entanto, outros tipos de bactérias também podem causar a doença. A principal forma de contágio da doença é a aglomeração de pessoas em locais fechados, pois a bactéria é transmitida de pessoa a pessoa.

Uma pessoa que já tem tuberculose pode transmitir a doença para outras pessoas através da fala, espirros e tosses, pois pequenas gotas de saliva que possuem a bactéria podem ser aspiradas por outra pessoa. Além disso, a alimentação inadequada, falta de higiene, alcoolismo, tabagismo e outros fatores que contribuem para a queda do sistema imunológico, favorecem a contaminação da tuberculose.

Quais são os sintomas?

Os sintomas da tuberculose podem passar despercebidos por muito tempo se o infectado não procurar ajuda médica. Em muitos casos os sintomas são silenciosos.  A pessoa que contraiu a bactéria causadora da tuberculose pode não sentir nenhum sintoma por até dois anos, que é o período de incubação da doença. Além disso, depois de infectada a pessoa pode apresentar os sintomas em qualquer momento da vida, sendo eles:

  • Tosse por mais de duas semanas;
  • Produção de catarro;
  • Febre;
  • Sudorese noturna;
  • Cansaço;
  • Dor no peito;
  • Falta de apetite;
  • Emagrecimento repentino;
  • Palidez;
  • Rouquidão;
  • Fraqueza

Em casos mais graves de tuberculose outros sintomas podem surgir como:

  • Dificuldade para respirar;
  • Colapso no pulmão;
  • Tosse com presença de sangue;
  • Acumulo de pus nos pulmões.

Pessoas que apresentam alguns desses sintomas devem procurar um posto de saúde o quanto antes para evitar complicações da doença. O tratamento da tuberculose é totalmente gratuito e deve ser iniciado o mais cedo possível.

Tratamento da tuberculosesintomas tuberculose

Por ser uma doença causada por bactéria, o tratamento da tuberculose é feito com antibióticos. Geralmente são indicados três tipos de medicamentos, sendo que no primeiro mês o paciente deve tomar os três por dois meses consecutivos, e a partir do terceiro mês apenas dois medicamentos. Os remédios usados no tratamento da tuberculose são: pirazinamida, isoniazida e rifamicina.

É indicada a combinação dos três medicamentos durante o tratamento, para impedir o crescimento da bactéria. Isso porque ela cresce tanto fora como dentro da célula de defesa, e além de aumentar muito rápido, também fica resistente. Para bloquear o crescimento da bactéria causadora da tuberculose é preciso tomar os remédios por seis meses sem interrupção. Essa recomendação geralmente é feita para todos os pacientes.

Para evitar complicações da doença é fundamental seguir a risca o tratamento. Em alguns casos para facilitar a continuação do tratamento, os médicos indicam doses mais altas dos medicamentos para serem tomados apenas duas vezes por semana.

Como prevenir a tuberculose

Para prevenir a doença a melhor alternativa é imunizar as crianças com a vacina BCG. No entanto, crianças que têm Aids não podem receber essa vacina. Já os adultos devem se prevenir evitando aglomerações, principalmente em lugares fechados. No entanto, nem sempre isso é possível, por isso também é fundamental higienizar sempre as mãos após frequentar esses locais.

Para ajudar na prevenção da tuberculose também é importante manter a saúde em dia, seguindo uma alimentação saudável. Dessa forma, é possível manter o sistema imunológico mais forte, evitando a instalação da bactéria no organismo.

Outras recomendações

– Quem já recebeu o diagnóstico da tuberculose e já iniciou o tratamento não deve suspender a medicação antes do prazo dado pelo médico. Começar a tomar os medicados e parar no meio do tratamento pode causa complicações, já que uma colônia de bactérias pode ficar resistente aos remédios.

– Lembre-se que alguns hábitos que parecem inofensivos podem aumentar as chances de contrair a doença como má alimentação, alcoolismo, tabagismo e uso de drogas ilícitas.

– Pessoas próximas aos infectados precisam manter alguns cuidados básicos para evitar seu contágio durante a primeira fase da tuberculose. Nesse caso, é preciso seguir as recomendações dos médicos.

– Pessoas que têm o vírus HIV e que possuem doenças graves, por exemplo, devem ter mais cuidados, já que podem desenvolver formas mais graves da doença. Uma vez detectado a doença nesse grupo de pessoas, é preciso manter observação médica especial.

– Para evitar o contágio da tuberculose nas crianças, é fundamental levar as crianças para tomar a vacina contra a tuberculose em qualquer postinho de saúde. Se a criança não foi vacinada, após os cinco anos de idade precisa fazer um teste específico para saber se não corre o risco de ter uma reação após tomar a vacina.

A tuberculose é uma doença que pode causar complicações, podendo causar até a morte se não for tratada corretamente. Por isso, no caso de suspeita da doença não hesite em procurar um médico ou um posto de saúde. Lembre-se que o quando antes for feito o diagnóstico, mais rápido ela será curada. Além disso, nunca use medicamentos sem a indicação de um médico, pois isso pode agravar o problema e dificultar o tratamento adequado.

Cuide sempre da sua saúde para tentar evitar o contágio de doenças como a tuberculose.

Tuberculose – uma doença perigosa!
Avalie este post
Compartilhe!
Karen Coelho
Carioca, advogada, blogueira, coach de emagrecimento, coach de alta performance, analista comportamental do obeso e uma eterna entusiasta da vida. Criei o blog da Karen para poder compartilhar com vocês minha paixão pelo universo feminino.
1 comentário
  1. julho 01, 2018

    […] Se você não quer mais sofrer com essa doença, vale a pena mudar alguns hábitos e apostar em receitas naturais. […]

Deixe seu Comentário