Prestar atenção quando está comendo pode te ajudar a comer menos!
Coaching de emagrecimento

Prestar atenção quando está comendo pode te ajudar a comer menos!

agosto 26, 2018   •   por Karen Coelho

Você sabia disso? Essa é uma das várias formas para “enganar” o seu cérebro e comer menos quantidade de comida. Talvez você já tenha ouvido falar que o nosso cérebro nos engana constantemente e, digamos assim, agora é hora de nos vingar dele (rs).

Veja no artigo de hoje algumas dicas simples que você pode seguir para evitar o consumo exagerado de comida e manter a sua dieta. Confira!

Preste atenção à comida!

Prestar atenção quando está comendo pode ajudar seu cérebro a comer menos

São poucos de nós, ocidentais, que tem o costume de comer prestando atenção à comida, pois o hábito comum é simplesmente o contrário, não dar atenção ao que é colocado na boca. Isso porque acostumamos a comer em lugares barulhentos com direito a tv e/ou som ligado, olhando para o celular ou então conversando.

E qual é a consequência de tal hábito? Comer muito sem notar. Quando disse no início deste tópico que esse costume é próprio do Ocidente é porque no Oriente a cultura é diferente. Os japoneses, por exemplo, só comem em lugares silenciosos e prestando atenção aos seus pratos.

Não é à toa que grande parte deles são magros, pois com esta atitude acabam se saciando logo e assim evitam comer em excesso e consequentemente não desperdiçam comida. Para ter o mesmo sucesso deles, é só evitar as distrações durante o momento da alimentação, ou seja, coma à mesa, em silêncio, e observando o seu prato.

Coma devagar

Outro atributo também observado nos orientais é que eles tem o costume de comer devagar. Quando crianças aprendemos isso também, mas a medida que crescemos e nos envolvemos com os problemas e correrias do dia a dia acabamos deixando de lado esta prática saudável e adotamos a ingestão rápida dos alimentos.

Comer rápido também faz com que você ingira uma quantidade superior de comida, e se juntar o fato de comer sem prestar atenção ao prato imagine o que pode acontecer? Algumas consequências comuns são: má digestão, dores estomacais, sono excessivo e quilinhos a mais.

Não leve as panelas para a mesa

Muitas famílias têm um hábito que se pode dizer “tradicional” de preparar a mesa para as refeições com as panelas disponibilizadas ao centro para que todos possam se servir sem a necessidade de se levantar para colocar mais comida no prato.

Essa “comodidade” é prejudicial para quem deseja se alimentar de forma saudável, pois acaba-se comendo mais do que o desejado. O mais recomendável é deixar as panelas sobre o fogão ou qualquer outro lugar distante da mesa, pois “o que os olhos não veem, não sentem vontade de comer”.

Coma em pratos pequenos

Outra boa forma de ludibriar o seu cérebro é substituir os pratos maiores pelos menores, pois assim evita-se de enche-los. Com este espaço mais reduzido você terá o cuidado de selecionar a quantidade e variedade de opções e assim, obrigatoriamente, colocará uma quantidade menor, enquanto o seu cérebro entenderá que é o suficiente para o seu organismo.

Prefira os pratos brancos

E por falar em pratos não há como deixar de lado o fator coloração do objeto. Acredite, a coloração de um prato pode influenciar diretamente o nosso comportamento menos saudável. Vários estudos já foram realizados e com isso percebeu-se que os pratos brancos tendem a aumentar a sensação de doçura em um determinado alimento.

Desta forma, se você não abre mão de uma sobremesa após o almoço é só utilizar um prato branco para degustar um doce, o qual lhe parecerá mais doce ao ser ingerido. Assim, você conseguirá diminuir o desejo de comer mais.

Conte com o auxílio de um prato vermelho

Agora se você é uma daquelas pessoas que sente dificuldade em resistir a salgados, o mais indicado é utilizar um prato de cor vermelha, pois esta tonalidade é um sinal de alerta que indica atenção e parada. Não é à toa que ela é utilizada nos semáforos para orientar o trânsito.

Sendo assim, pode-se dizer que o “alerta” emitido pela cor vermelha é para que você diminua a velocidade do consumo dos alimentos salgados. Assim conseguirá ludibriar o seu cérebro e salvar a sua dieta!

Por que usar truques contra o cérebro?

De acordo com a Biologia, no nosso cérebro existe uma parte conhecida como hipotálamo, o qual avalia os níveis de glicose do organismo entre várias outras funções. E ele recebe todas as informações emitidas pelo corpo. Desta forma, quando você está sem energia, o seu estômago logo produz a grelina, ou “hormônio da fome”, e o hipotálamo é rapidamente avisado.

Ao saber da “notícia” ele diz ao organismo para buscar comida e quando você o atende, a grelina para e dá lugar à saciedade, compreendeu?

Então, aproveite para testar as dicas e depois comente aqui o resultado que conseguiu alcançar. Pode ser?

 

 

 

 

Prestar atenção quando está comendo pode te ajudar a comer menos!
Avalie este post
Compartilhe!
Karen Coelho
Carioca, advogada, blogueira, coach de emagrecimento, coach de alta performance, analista comportamental do obeso e uma eterna entusiasta da vida. Criei o blog da Karen para poder compartilhar com vocês minha paixão pelo universo feminino.
Deixe seu Comentário