O poder viciante dos alimentos refinados
Alimentos

O poder viciante dos alimentos refinados

agosto 24, 2018   •   por Karen Coelho

Alimentar-se é um ato necessário para a sobrevivência do organismo. Como você mesmo sabe, se deixar de comer por muito tempo, logo sente alterações no seu corpo que começam como simples desconforto e podem te levar a uma grande fraqueza e queda de pressão.

Hoje, existem uma grande variedade de alimentos disponíveis no mercado, desde os in natura, até os processados. Alguns deles trazem benefícios e importantes nutrientes ao organismo humano, enquanto outros são prejudiciais à saúde.

Comer é um dos atos mais saborosos que os seres vivos realizam ao longo da existência, mas o mesmo exige cuidado e atenção, pois infelizmente existem alimentos – como é o caso dos refinados – que provocam vício.

Se você não sabe quais são eles é só continuar comigo, uma vez que irei apresentar os principais alimentos refinados que devem ter o seu consumo bastante reduzido. Confira todos os detalhes a seguir.

Principais tipos de alimentos refinados

o perigo dos alimentos refinados

Os chamados alimentos refinados são aqueles que são processados diversas vezes e consequentemente sofrem a perda de vitaminas e minerais importantes para o organismo. Além disso, esses tipos de alimentos geralmente possuem grande quantidade de calorias e gorduras. Veja a seguir quais são os principais tipos de alimentos refinados:

Açúcar Refinado

Um dos exemplos mais conhecidos, o açúcar refinado pode ocasionar problemas de saúde a quem consumi-lo regularmente, uma vez que ele possui substâncias doces que passaram pela moagem e processamento, a medida que se tornaram partículas extremamente finas de açúcar.

Desta forma, ao serem consumidas conseguem adentrar de forma fácil e rápida a corrente sanguínea, e qual é a consequência mais provável? Provocar a elevação dos níveis de açúcar no sangue.

A primeira sensação obtida é o aumento de energia do corpo, mas o mesmo tem rápida duração, pois quando acaba o seu efeito, o organismo pede a reposição do açúcar, o que acaba provocando o círculo vicioso. Como exemplo de açúcares refinados tem-se o açúcar branco, mel refinado, e os xaropes de milho e de bordo refinado.

Produtos naturais refinados

Algumas frutas e vegetais são submetidos ao supercozimento e com isso grande parte de seus nutrientes, minerais, fibras e vitaminas se perdem. Vale lembrar que esses alimentos quando passam pelo processamento são inseridos em latas para a comercialização como, por exemplo, o milho e a ervilha.

O mais seguro e recomendável é consumir os vegetais e frutas in natura, pois assim conseguirá retirar deles todos os nutrientes importantes para o bom funcionamento do organismo. Desta forma, evite ao máximo o consumo de vegetais e frutas refinadas.

Farinha Refinada

As farinhas refinadas passam por sucessivas moagens que acabam retirando a maioria do seu valor nutricional. Assim como os açúcares refinados, as farinhas adentram com facilidade a corrente sanguínea e ocasionam o aumento dos níveis de energia. Como exemplo de alimentos que possuem farinha refinada tem-se: farinha branca e produtos feitos a partir dela, bolos, biscoitos e doces. É recomendável escolher as farinhas integrais e/ou aquelas que foram minimamente refinadas.

Por que os alimentos exercem o poder viciante sobre nós?

Eis aí uma ótima questão que não poderia deixar de aborda-la neste artigo. Existem alguns alimentos que são mais viciantes do que outros, cujo nível de dependência exercida se assemelha em muito a dependência que determinadas drogas provocam no organismo humano.

Vários são os fatores que podem influenciar diretamente nesse vício, como os que listei abaixo:

  • Sensação de bem-estar;
  • Diminuição da vontade de comer alimentos não processados;
  • Maior energia;
  • Sensação de relaxamento.

Essas consequências mais comuns encontradas no consumo de alimentos refinados desencadeiam a necessidade de voltar a consumi-los mais rapidamente. Como muitos especialistas costumam mencionar existe uma espécie de “trio do vício” composta pelo açúcar, pelo sal e pela gordura e, todos eles quando consumidos em excesso provocam diversos males à saúde.

Opte pela substituição

A dica de ouro para uma alimentação saudável é sem dúvida substituir os alimentos. Como você mesmo pode perceber, quando se passa a consumir regularmente os produtos refinados acaba deixando de lado o mais importante: ingerir todos os nutrientes que os mesmos deveriam lhe fornecer, mas que se perderam ao longo do processo industrial.

Sendo assim, o mais indicado é procurar por esses mesmos alimentos em sua versão integral, já que contará com um dos elementos mais importantes para o processo digestivo, ou seja, a absorção de fibras que exercem uma tarefa essencial no organismo que é o de mantê-lo limpo de impurezas, as quais se apresentam em forma de toxina e gordura.

E, cá para nós, essa sensação de bem-estar é verdadeira, já que as fibras atuam como verdadeiras esponjas no organismo absorvendo as gorduras e toxinas para elimina-las rapidamente deixando o seu corpo mais bonito e saudável.

Espero que este conteúdo tenha te auxiliado. Deixe a sua mensagem nos comentários abaixo. Até a próxima!

O poder viciante dos alimentos refinados
Avalie este post
Compartilhe!
Karen Coelho
Carioca, advogada, blogueira, coach de emagrecimento, coach de alta performance, analista comportamental do obeso e uma eterna entusiasta da vida. Criei o blog da Karen para poder compartilhar com vocês minha paixão pelo universo feminino.
Deixe seu Comentário