Gastrite – uma doença muito comum.
Doenças

Gastrite – uma doença muito comum.

setembro 18, 2017   •   por Karen Coelho

Infelizmente a gastrite é uma doença muito comum que afeta pessoas de todas as idades. Apesar de ser um problema que pode atingir qualquer pessoa, alguns fatores podem contribuir para o desenvolvimento da doença. Estudos recentes mostram que até mesmo o emocional pode causar a enfermidade. Veja a seguir mais informações sobre a doença como sintomas, causas, tratamento, dicas e como evitar a gastrite.sintomas da gastrite

O que é gastrite?

A gastrite é uma doença causada por uma inflamação ou infecção nos tecidos que revestem o estômago. A doença pode durar pouco tempo ou até mesmo meses e anos, mas isso vai depender se ela é aguda ou crônica. Muitas pessoas acabam confundindo os sintomas dessa doença com outros problemas de estômago.

Causas da gastrite

A principal causa da doença é a fraqueza da barreira mucosa presente na parede do estômago que é responsável por protegê-lo. Quando isso acontece os sucos digestivos que são produzidos naturalmente pelo estômago começam a causar danos ao tecido do órgão. Esse problema pode ser causado por uma bactéria que vive dentro do estômago. Porém outros tipos de bactérias e vírus também podem causar uma gastrite.

Além dessas causas da gastrite que são consideradas as principais, alguns fatores considerados de risco podem contribuir para o surgimento da doença, que são:

Uso excessivo de analgésicos: O consumo frequente de analgésicos prejudica a produção de uma substância que atua como protetor do revestimento do estômago.

Idade: Pessoas com mais idade correm um risco maior de desenvolver a gastrite, pois o revestimento que protege o estômago com o passar do tempo vai ficando mais flácido. Além disso, pessoas mais velhas têm mais chances de contrair uma bactéria e vírus que são causadores da doença.

Alcoolismo: O consumo em excesso de bebidas alcoólicas é um dos principais fatores de risco da gastrite, pois o álcool irrita o revestimento do estômago, provocando danos.

Estresse: Atualmente cresceu o número de pessoas com gastrite, pois o estresse também tem aumentado muito. Quem passa momentos de muito estresse também pode ter gastrite, pois ele eleva os danos causados no estômago.

Doenças autoimunes: Quem sofre com algum tipo de doença autoimune tende a sofrer de gastrite. Isso porque as células de defesa das pessoas que têm esse problema atacam as células do próprio corpo ao invés de atacar os organismos invasores, e o mesmo pode acontecer com as células do estômago.

HIV / Aids: Pessoas que possuem o vírus da Aids têm o sistema imunológico comprometido e por isso estão mais propensos ao ataque de vírus e bactérias. Por esse motivo elas tem mais chances de desenvolve a gastrite.

Sintomas da gastritegastrite e dor de estômago

Os sintomas variam de acordo com tipo da gastrite. Veja a seguir quais são os sintomas dos dois tipos mais comuns de gastrite:

Sintomas gastrite aguda

  • Dores agudas e recorrentes no abdômen e na região superior do estômago;
  • Desconforto na hora das refeições;
  • Inchaço, queimação e problemas semelhantes no estômago;
  • Náuseas, vômitos e gases;
  • Perda de peso e do apetite;
  • Sensação de estufamento no estômago;
  • Soluços e arrotos;
  • Alterações nas fezes, que podem ficar mais escuras ou apresentar uma coloração diferente do normal.

Sintomas da gastrite crônica

  • Perda de apetite;
  • Gosto ruim na boca;
  • Constipação;
  • Aumento do fluxo de saliva;
  • Inquietação;
  • Dores de cabeça;
  • Palidez e fraqueza;
  • Perda de peso;
  • Queimação e azia.

Esses sintomas podem variar de pessoa para pessoa, sendo que muitos não apresentam nenhum ou poucos deles.

Tratamento da gastrite

Toda gastrite tem cura, mas isso é preciso procurar ajuda médica para fazer o tratamento adequado. O tratamento para gastrite mais comum é o com medicamentos que diminuem a quantidade de ácido no estômago como Amoxilina, Omeprazol e Pantoprazol, por exemplo.

Apesar de serem remédios de fácil acesso, jamais os utilize sem a indicação de um médico. Para evitar que a doença piore siga todas as recomendações do seu médico e não pare o tratamento antes do prazo estabelecido. Além do tratamento para gastrite com medicamentos algumas medidas também ajudam na recuperação.

  • Fazer uma dieta mais saudável e comer com menor intervalo entre as refeições;
  • Evitar o consumo de alimentos que aumentam a irritação do estômago, principalmente frituras;
  • Evitar ao máximo o consumo de bebidas alcoólicas;
  • Utilizar analgésicos indicados por um médico para ajudar a reduzir a dor;
  • Reduzir os níveis de estresse e ansiedade.

É fundamental seguir todas as recomendações do médico para curar a doença, pois a gastrite sem o tratamento adequado pode piorar e causar úlceras, sangramentos no estômago, e em casos mais graves até mesmo câncer.

Alimentos aliados contra a gastrite

Existem alguns alimentos que ajudam na melhora da doença e também na prevenção da gastrite. Todo mundo já sabe que os hábitos alimentares influenciam muito no desenvolvimento de uma série de doenças, inclusive na gastrite. Quem deseja acabar com o problema de uma vez por todas precisa fazer algumas mudanças na dieta. A seguir veja quais alimentos ajudam no tratamento e a prevenir a gastrite.

– Verduras: Diversos tipos de verduras, mas principalmente as cozidas como a couve e o espinafre, por exemplo, são ótimos aliados no controle dos ácidos estomacais.

– Chás naturais: Os chás são muito poderosos no tratamento de diversas doenças, e para gastrite os mais indicados são os chás de melissa, erva-doce, erva-cidreira e camomila. Eles ajudam muito no alívio dos sintomas.

– Alimentos leves e saudáveis: Para ajudar no tratamento da doença inclua sem medo na sua dieta alimentos como ovo, batata, mamão, brócolis, gelatina, pão integral, iogurte, água de coco e sucos naturais.

Além dos alimentos que ajudam na melhora do problema também é importante evitar os alimentos inimigos da gastrite que são: refrigerantes, doces, limão alho, queijos, frituras, frutas cítricas, pimenta, condimentos, mostarda, embutidos, adoçantes, café, energéticos e bebidas muito quentes. Evitar ao máximo esses alimentos ajuda muito na melhora dos sintomas e também a evitar uma nova crise.

Lembre-se que a gastrite pode parecer uma doença inofensiva, mas não é. Afinal, se não for tratada corretamente pode causar complicações. Por isso, ao notar alguns dos sintomas procure um médico o quanto antes para começar a fazer o tratamento mais indicado para o seu caso. Além disso, espere a indicação do médico para começar a tomar algum medicamento.

Gastrite – uma doença muito comum.
5 (100%) 1 vote
Compartilhe!
Karen Coelho
Carioca, advogada, blogueira, coach de emagrecimento, coach de alta performance, analista comportamental do obeso e uma eterna entusiasta da vida. Criei o blog da Karen para poder compartilhar com vocês minha paixão pelo universo feminino.
Deixe seu Comentário