Fenilalanina emagrece de verdade?
Emagrecimento

Fenilalanina emagrece de verdade?

junho 18, 2019   •   por Karen Coelho

Você já ouviu falar em Fenilalanina? Este nome difícil de pronunciar é responsável por garantir ao organismo uma sensação mais rápida de saciedade. Neste artigo, explicamos melhor o que é a esta substância e de forma a Fenilalanina emagrece.

Emagrecer pode ser um quebra-cabeça. Para quem já tentou quase tudo, cada nova tentativa frustrada, o desanimo instala-se e parece que não há luz no final do túnel. Calma! Todos sabemos o quanto é desconfortável “carregar” quilos extras, sensação de inchaço e um cansaço que não nos anima praticamente para nada.

Mas, sabemos também que, o que realmente precisamos está, em sua maioria, nos alimentos que consumimos. Não é descabido dizer: “Você é o que você come”. Uma alimentação saudável, contribui e muito para uma melhoria geral do nosso estado de saúde.

Aliado a uma boa hidratação (não esqueça da água), dormir bem e praticar exercícios. Os alimentos contém nutrientes que poderão ajudar neste processo de perda de peso.

Fenilalanina emagrece

Este é o caso da fenilalanina, um aminoácido que poderá ser facilmente encontrado em alimentos ricos em proteínas como carnes, peixes, leites e seus derivados. Este aminoácido natural é encontrado em três formas: a L-Fenilalanina, um aminoácido essencial e encontrado nas proteínas; a D-Fenilalanina, uma forma laboratorial deste aminoácido e a DL-Fenilalanina, considerado uma combinação das duas anteriores formas.

A Fenilalanina também poderá ser encontrado em formato de cápsulas vendidas em farmácias de manipulação e ervanária. Mas como funciona? E a Fenilalanina emagrece? Vamos explicar este processo químico de forma simples.

A fenilalanina emagrece por que é responsável pela produção da colecistocinina, o hormônio que promove no corpo uma sensação de saciedade.

Ou seja, agindo no intestino, esta substância faz com que o organismo se sinta mais rapidamente saciado, evitando o consumo excessivo de alimentos de “calorias vazias” como os processados, industrializados.

Quando falamos de fenilalanina, há duas outras substâncias que atuam em conjunto no controle da saciedade. Os nomes são igualmente complicados, embora a dopamina seja mais conhecida do que a norepinefrina. A dopamina, inclusive é conhecida por ser um regulador de humor. E além disso, em conjunto com a Fenilalanina, são reguladores de apetite e por isso ajudam a emagrecer.

Leia também:

Benefícios do chá de Camomila – o 7 é o melhor!

A fenilalanina é também muito recomendado para casos de depressão, e indiretamente, podem auxiliar no emagrecimento. Muitas pessoas com um quadro de depressão engordam. Neste caso, a fenilalanina poderá ajudar a melhorar o estado de ânimo geral, motivando a pessoa a sair de casa e até retomar a prática de exercício físico, que provavelmente foi abandonada.

Como tomar a fenilalanina? Como já apresentamos, este aminoácido poderá ser absorvido pela ingestão de determinados alimentos. A lista é longa: desde as carnes de todos os tipos e seus derivados, assim como leite e seus derivados.

Ovos e oleaginosas como avelã, pistache, pinhão, amendoim e farinha de trigo são alimentos que também contém fenilalanina. Lembramos que também, alguns alimentos industrializados, contém este aminoácido como sorvetes, gelatina, leites com chocolate. Porém, na hora de escolher que alimentos ingerir, os de origem vegetal são os mais recomendados.

E já que falamos sobre como consumir fenilalanina através dos alimentos, saiba que é possível suplementação deste aminoácido. Mas é preciso atenção. É necessário ser prescrito por um médico ou nutricionista, sendo desaconselhado para gestantes, pessoas que sofram com hipertensão e doenças cardíacas e fenilcetonúria.

Apesar de na maioria dos casos, a fenilalanina não ser prejudicial a saúde do organismo, há pessoas que sofrem dessa condição genética: a fenilcetonúria é uma condição genética que impossibilita que o organismo metabolize este aminoácido.  Esta condição poderá gerar desde danos cerebrais, tremores a hiperatividade.

Por sua vez, o excesso do consumo desta substância poderá causar no organismo efeitos colaterais como dor de cabeça, náuseas, azia. Fenilalanina emagrece sim, mas em combinação com uma rotina alimentar saudável.

Avalie este post
Compartilhe!
Karen Coelho
Carioca, advogada, blogueira, coach de emagrecimento, coach de alta performance, analista comportamental do obeso e uma eterna entusiasta da vida. Criei o blog da Karen para poder compartilhar com vocês minha paixão pelo universo feminino.
Deixe seu Comentário