Dieta nórdica: Funciona? Emagrece? Vale a Pena Fazer?
Dietas

Dieta nórdica: Funciona? Emagrece? Vale a Pena Fazer?

julho 25, 2018   •   por Karen Coelho

Dieta Nórdica, já ouviu falar? Existem vários tipos de dietas que tem por base um certo período da história e até mesmo, determinadas regiões do mundo. A dieta nórdica, tem como base alimentos da Dinamarca, da Finlândia, da Suécia, enfim, dos países nórdicos. Ficou curiosa de como funciona a mais nova dieta da moda? Confira a seguir.

O que é a dieta Nórdica?

COMO FAZER DIETA NORDICA

Como já foi dito, ela é uma dieta baseada na alimentação base dos países nórdicos. Tudo bem, mas qual é essa alimentação? Quais são as suas peculiaridades? Ela realmente é uma boa dieta? Calma, vamos falar tudo isso para você a seguir.

Os países nórdicos, tinham um grande problema de obesidade, então em 2004 uma junta de nutricionistas, cientistas e chefes de cozinha criaram esta dieta, voltada para combater a obesidade, nestes países.

Também conhecida como dieta Viking, a dieta nórdica promete, além do emagrecimento, uma melhora na saúde, como por exemplo: controle da pressão arterial, proteção do sistema cardíaco, melhora no colesterol, triglicerídeos, prevenção ao diabetes e diversas melhoras da saúde num geral. Bom né?

Essa dieta, é baseada em quatro pilares essenciais: saúde, potencial gastronômico, sustentabilidade e identidade nórdica.

Os 10 princípios que regem a dieta nórdica

No ano de 2012, o MAAPD (Ministério de Alimentação, Agricultura e Pesca da Dinamarca) lançou um guia geral de alimentação, tendo como base a dieta criada em 2004, onde estabeleceu 10 princípios básicos para seguir a dieta nórdica, são eles:

“1. Coma mais frutas e vegetais todos os dias;

  1. Coma mais produtos de cereais integrais;
  2. Consuma mais alimentos do mar e dos lagos;
  3. Coma carne de melhor qualidade, mas em menor quantidade;
  4. Coma mais comida vinda de paisagens selvagens;
  5. Coma produtos orgânicos sempre que possível;
  6. Evite os aditivos na comida;
  7. Coma mais pratos baseados nos alimentos mais abundantes de cada estação;
  8. Coma mais comida caseira;
  9. Provoque menos desperdício.”

Funcionamento da dieta Nórdica 

Fazendo um comparativo entre a dieta nórdica e a nossa dieta comum, que é ocidental, este modelo traz uma significativa redução no consumo de açúcares e gorduras, dobrando a quantidade de fibras e também de peixes, assim como frutos do mar.

Alimentos base de uma dieta nórdica

A lista a seguir mostra alguns dos alimentos que podem aparecer no cardápio da dieta Nórdica:

  • Frutas e vegetais: Maçã, pera, ameixas, frutas da estação. Brócolis, espinafre, repolho, cebola, couve, cenoura, alho-poró, nabo, pastinaca e beterraba;
  • Batatas variadas;
  • Sementes, nozes, castanhas;
  • Ervilhas;
  • Carnes nobres, em pouca quantidade.
  • Produtos laticínios, com baixo teor de gorduras: Leite em pouca quantidade, leite fermentando, iogurtes e queijo;
  • Peixes: Salmão, atum, arenque, sardinha e peixes brancos;
  • Ovos cozidos, em pouca quantidade;
  • Grande variedade de cereais: farelo de aveia, massa à base de grãos integrais, sementes e sementes de girassol;
  • Gorduras boas e óleos: Óleo de canola, de girassol e de linhaça;
  • Temperos à base de ervas, pimentas, molhos e bebidas: Mostarda, salsinha, coentro, vinagretes, todas as pimentas, principalmente a pimenta do reino, cremes à base de aveia, fécula de batata, café, chás e suco de frutas ou vegetais.

Para seguir a dieta nórdica, é preciso consumir com frequência: peixes, frutos do mar, nozes, sementes, ervas, vegetais, frutas. Deve-se consumir moderadamente, ovos, queijos, iogurtes e demais laticínios com baixo teor de gordura. Além de deixar de utilizar o azeite de oliva e introduzir uma alimentação à base de óleo de canola.

Carnes devem ser consumidas raramente, mesmo frango. Carnes vermelhas devem ser evitadas ao máximo, podendo fazer parte da rotina esporadicamente.

Existem alguns itens que são vetados para quem deseja seguir à risca a dieta nórdica, como por exemplo:  refrigerantes ou qualquer bebida adocicada por açúcar, comidas com açúcar adicionado ( exemplo: Ketchup, ou molhos agridoces), carnes processadas (linguiça, salsichas, entre outras), alimentos com aditivos e fast food.

A dieta Nórdica realmente funciona?

Como muitas dietas da moda, a dieta nórdica tem as suas funcionalidades, por ser baseada principalmente em alimentos naturais, com baixo teor de gordura, sal, açúcar e alimentos processados, com certeza pode fazer muito bem à saúde.

Estudos apontam que quem consegue seguir a dieta nórdica, tem uma diminuição significativa de problemas com a saúde, além do desejado emagrecimento eficaz e saudável. Melhoras como: Controle natural da pressão arterial, melhora do condicionamento físico, controle dos diabetes, colesterol e triglicerídeos, redução dos riscos de desenvolvimento do câncer, redução dos níveis de inflamação das células, entre muitos outros benefícios que uma alimentação mais natural e saudável pode trazer para as nossas vidas.

Porém, toda e qualquer dieta deve ser analisada por um profissional, dentro da realidade de cada indivíduo, com suas características particulares e peculiaridades inerentes à sua saúde. Uma dieta pode ser boa para uma parcela da população, enquanto que pode fazer mal para indivíduos com necessidades diferenciadas.

Por isso antes de começar uma dieta, ou querer saber se ela realmente funciona, é preciso que você saiba se ela é recomendada para você. Você conhece as necessidades do seu próprio corpo?

A dieta nórdica, no geral, é muito boa. Traz um ideal de alimentação que faz muito bem a saúde. Mas se pergunte: ela cabe na sua rotina? Você vai conseguir seguir essa dieta sem se sabotar e depois desistir de tudo mais uma vez? E em terceiro lugar, mas não menos importante: isso vai ser bom para a sua saúde?

Conclusão

A dieta nórdica, com certeza é um guia para quem deseja emagrecer de uma forma saudável e natural. Por ser uma dieta praticada por pessoas dos países nórdicos, pode não caber muito bem na rotina de quem vive aqui no ocidente, onde os costumes alimentares são completamente diferentes.

Portanto, se você achou que essa dieta combina com você, não se esqueça de levá-la a um nutricionista, para que esse profissional veja se ela combina com a sua saúde, já que o foco principal não é ter somente um corpo bonito e sim saudável para poder aproveitar melhor os benefícios que ele pode te trazer.

Afinal, do que adianta ser belo e não ter saúde? Deixe abaixo nos comentários qual rotina de alimentação você segue!

Dieta nórdica: Funciona? Emagrece? Vale a Pena Fazer?
5 (100%) 2 votes
Compartilhe!
Karen Coelho
Carioca, advogada, blogueira, coach de emagrecimento, coach de alta performance, analista comportamental do obeso e uma eterna entusiasta da vida. Criei o blog da Karen para poder compartilhar com vocês minha paixão pelo universo feminino.
Deixe seu Comentário