Descubra por que a fluoxetina emagrece
Emagrecimento

Descubra por que a fluoxetina emagrece

junho 17, 2019   •   por Karen Coelho

O uso de remédio para emagrecer ainda é muito comum entre as pessoas, mas é importante falarmos sobre as circunstâncias que deveriam levá-las a considerar o uso dessas medicações, pois se trata de algo muito complexo.

Se você tem dificuldade para emagrecer, sofre com a compulsão alimentar e a ansiedade te impede de perder peso de uma forma eficiente, o uso das medicações que ajudam no emagrecimento é tolerável, porém ainda assim é crucial ter o acompanhamento de um médico durante seu tempo de uso.

Descubra por que a fluoxetina emagrece

Os remédios para emagrecer não devem ser solução para emagrecimento. Pelo contrário, devem ser usados, se necessário, em acompanhamento ao processo de mudar a alimentação e praticar exercícios físicos diariamente.

Também é crucial conversar sobre o uso de medicamentos que a princípio não são voltados a perda de peso e sim a doenças como a depressão. Esse é o caso fluoxetina. Muitas pessoas começaram a usá-la sem nem mesmo sofrer de depressão, considerando apenas a promessa de emagrecimento.

Mas será que a fluoxetina emagrece e caso sim, por quê? Confira no texto.

A busca pelo corpo perfeito faz com que o ser humano tenha atitudes sem ao menos pensar nos efeitos que poderiam lhe causar, isso principalmente quando relacionado ao corpo e ao padrão que prioriza as pessoas magras.

Se a pessoa está acima do peso e não consegue emagrecer é comum que o uso de medicação passe por sua cabeça. Remédios que prometem aliviar a compulsão alimentar, reduzir o apetite e melhorar o metabolismo passam a ser o foco das pessoas como tem acontecido com o remédio fluoxetina.

Mas e seu dizer que a fluoxetina não é um remédio para emagrecimento e sim um antidepressivo que ajudará a diminuir a ansiedade, você acredita?

Cuidado, a fluoxetina não é o que você pensa!

A fluoxetina é um antidepressivo caracterizado como ISRS – inibidor seletivo da recaptação de serotonina. Ao consumir essa medicação a pessoa tem o nível de serotonina aumentado nas sinapses neuronais que basicamente, é capaz de gerar as alterações na estrutura e funcionamento dos neurônicos.

Leia também:

Você já conheceu seu crítico interno?

Ou seja, é um medicando com efeito antidepressivo e ansiolítico. Ele não é um remédio voltado para a emagrecer, mas podem existir casos em que os usuários notaram o emagrecimento e os médicos afirmam que isso ocorre justamente pelos efeitos dessa medicação podendo diminuir a compulsão.

Muitas pessoas com o sobrepeso sofrem de compulsão alimentar e com os efeitos ansiolíticos esse problema pode ser contido. A ansiedade da pessoa é contida e com isso ela começa a diminuir a quantidade de suas refeições.

O fato da medicação ter um efeito ansiolítico não deve ser um motivo para começar o seu consumo. Lembre-se que se trata antidepressivo e isso seria sinônimo de atenção, pois é um remédio relativamente perigoso, que tem uma série de recomendações ao seu usuário e aliás podem existir reações.

O emagrecimento é um efeito colateral

As pessoas precisam entender o emagrecimento causado pela fluoxetina é nada mais que um efeito colateral e não algo premeditado e vale dizer que esse efeito pode até ser contrário em algumas pessoas, estimulando ainda mais o seu ganho de peso. Ou seja, isso varia de organismo para organismo e não deve ser encarado como algo certo de acontecer, pois é uma reação.

Portanto, se a sua dúvida era saber o fluoxetina emagrece, você já tem sua resposta: existe um risco de ajudar a emagrecer, como também engordar.

Se você deseja emagrecer é crucial procurar ajuda de um médico e não ser refém de medicamentos principalmente como a fluoxetina, que não é um remédio focado nisso. Tome cuidado com isso, pois a uso de remédios que te são necessários podem causar danos em sua saúde. Preserve a sua vida.

Descubra por que a fluoxetina emagrece
5 (100%) 1 vote[s]
Compartilhe!
Karen Coelho
Carioca, advogada, blogueira, coach de emagrecimento, coach de alta performance, analista comportamental do obeso e uma eterna entusiasta da vida. Criei o blog da Karen para poder compartilhar com vocês minha paixão pelo universo feminino.
Deixe seu Comentário