Você já conheceu seu crítico interno?
Coaching de emagrecimento

Você já conheceu seu crítico interno?

setembro 25, 2018   •   por Karen Coelho

Neste momento você deve estar pensando que eu estou delirando, mas não. Você tem um crítico interno! E a grande maioria das vezes, ele é muito cruel. Se você já ouviu de alguém alguma crítica, que realmente te abalou, você vai gostar deste artigo.

A crítica e o crítico

lidando com o crítico interno

Alguma vez na sua vida, você fez algo para alguém e ao invés de um agradecimento, ou elogio,  recebeu uma crítica? Imagina quando você resolveu lavar a louça e sua mãe disse que os copos ficaram embaçados, ou quando você resolveu dar aquela faxina no seu quarto e seu pai disse que não fazia mais do que a sua obrigação. Ou quando você passa a noite trabalhando e no dia seguinte seu chefe diz que seu relatório poderia ter ficado melhor. Ou mesmo quando você passa o dia todo arrumando a casa e à noite seu marido pergunta por que está cansada, já que não trabalha, não faz “nada” o dia inteiro… enfim, imagine todas as críticas as quais você é exposta ao longo dos dias, ao longo da vida.

Agora que você já pensou bastante, no quanto recebe críticas, o tempo todo, eu quero te fazer mais uma pergunta. Quantas vezes, as críticas mais duras, não vieram de você mesma?

Conhecendo seu crítico interno

 

Sabe nos desenhos animados, quando dois personagens aparecem nos ombros do personagem principal, como duas versões dele mesmo? Então, é basicamente isso que acontece conosco todos os dias, porém, sem o toque de fantasia dos desenhos.

Podemos até nem reparar, ou não prestar muita atenção, mas estamos sempre escutando uma voz interna. E para todas as pessoas, sem exceção, esse é o crítico mais insistente que existe e eu sinto te dizer, ele não vai embora e você, conversa com ele o tempo todo!

A maioria das vezes, essa voz te ajuda a tomar decisões importantes, ajuda seu cérebro a tirar conclusões de situações que ocorrem com você e também é o que te mantém fora de risco.

É muito importante que você comece a perceber essa voz dentro da sua cabeça, comece a reparar o que ela vem falando para você, como ela vem te fazendo sentir sobre você mesma.

É importante também, que você não condene essa voz, transformando-a no seu vilão secreto, pois isso acontece com todos, e vem do seu instinto de sobrevivência, do seu cérebro primitivo e sua mente realmente acha que te critica para que você melhore, aprenda e se salve. Porém, nosso cérebro primitivo não entende muito bem, o mundo atual, onde não existem perigos reais de que um urso nos devore, não é mesmo?

Sendo assim, você precisa usar o seu neocórtex (seu cérebro racional) para controlar os excessos do seu crítico.

O que fazer para lidar com o crítico interno?

 

O primeiro passo você já deu, que é saber que ele existe, que ele está aí e que pode te ajudar.

O segundo passo é não se julgar, compreender que seu crítico sempre tem uma intenção positiva.

É importante para você saber que se der voz altiva ao seu crítico, ele pode fazer você ficar com medo e fazer com que você mesma sabote o seu sucesso. Mas também, saber que esse crítico interno, não faz por mal. Ele existe porque seu cérebro foi criado para preservar a sobrevivência da raça humana.

Assim, esses pensamentos que nos sabotam, que muitas vezes nos travam e nos impedem de ir além, de alcançar nossa máxima performance, também nos lembram que tudo que fazemos tem um propósito, mesmo que seja sobreviver.

Ao saber que ele existe, você pode utilizá-lo ao seu favor, ouvindo-o de forma mais consciente a partir de agora. Quando ele estiver falando, não se desespere, não se sinta mal, não deixe que essa crítica acesse seu sistema límbico( emocional). Apenas respire, escute-o como se fosse um conselheiro, duvide do que ele diz e traga sua reflexão para a racionalidade. Questione se esse pensamento, essa crítica, é realmente um fato, ou se é alguma crença sua. Se é apenas seu cérebro evitando que você se machuque de alguma forma, se algo não sair como o planejado.

Escutando, racionalizando e ressignificando, você passa a determinar as melhores decisões para a sua vida! Sem se deixar levar pelo seu instinto de sobrevivência. Você precisa parar de agir em ação e reação. E começar realmente a ditar os seus caminhos.

Você já conheceu seu crítico interno?
5 (100%) 1 vote
Compartilhe!
Karen Coelho
Carioca, advogada, blogueira, coach de emagrecimento, coach de alta performance, analista comportamental do obeso e uma eterna entusiasta da vida. Criei o blog da Karen para poder compartilhar com vocês minha paixão pelo universo feminino.
Deixe seu Comentário